French
Portuguese

Estudantes da “École de Provence”, de Marselha, recebidos para um almoço na sede da AJAN

 

Em cima – O Diretor da AJAN, P. Elphège Quenum, o segundo do lado direito, a receber a delegação da École de Provence.

A 30 de abril de 2019, a AJAN teve a honra de acolher uma equipa de 19 voluntários, a maior parte deles estudantes, mas também professores e a diretora da École de Provence, uma escola jesuíta de Marselha, a segunda maior cidade de França, situada na região da Provença-Alpes-Côte d'Azur.

Com um vivo interesse pelas atividades jesuítas por todo o mundo, e estando dispostos e “prontos a ajudar das formas mais simples possíveis”, os estudantes angariaram alguns fundos para apoiar os mais necessitados da Paróquia de S. José Operário, em Kangemi, Nairobi. “Estamos tão entusiasmados por estar no Quénia, não apenas por visitar os maravilhosos locais turísticos deste país incrível, mas também enquanto voluntários”, afirmou um dos estudantes.

Segundo a diretora, Marie-Pierre Chabatier, os estudantes pouparam e juntaram o pouco que tinham para conseguirem vir até aqui e puderem visitar os centros Upendo e Uzima, que se dedicam a crianças em necessidade, muitas delas órfãs afetadas pelo HIV e pela SIDA. Estes centros são geridos pelos jesuítas e estão ligados à Rede Jesuíta Africana contra a SIDA.

Marie-Pierre disse que os estudantes estão desejosos de, após o seu regresso, narrarem as suas experiências aos colegas que, por uma razão ou por outra, não puseram acompanhá-los na viagem ao Quénia. Estão muito satisfeitos com esta visita e ansiosos por dar aos colegas um testemunho em primeira mão acerca de como é a vida aqui no Quénia. Revelou ainda que uma das motivações desta viagem era que os seus alunos partilhassem as experiências de pessoas de outros contextos, culturas e situações. “Não bastava enviar dinheiro, mas era preciso vir até cá em pessoa”, observou.

Em baixo: Os estudantes escutam o P. Elphège enquanto este faz uma oração e lhes dá aos boas-vindas para o almoço

 

A AJAN agradece a visita destes voluntários, deseja-lhes tudo de bom e abre-lhes as portas sempre que o desejarem!